6 dicas para manter a academia sempre cheia

Vendas

Vivemos em uma época em que buscamos resultados rápidos: temos muitas coisas disputando nossa atenção ao mesmo tempo, trabalhamos bastante e também mudamos de ideias e projetos rapidamente. Com a atividade física não é diferente.

Apesar do acesso a diversas modalidades de atividades físicas estar muito mais fácil, nem sempre os alunos comprometem-se com a academia o ano todo, principalmente quando chega o inverno ou quando passa aquela motivação inicial.

Por isso, manter um fluxo constante de clientes em uma academia o ano todo é um desafio que, para ser superado, necessita de atenção e dedicação. Confira a seguir:

1. Estabelecimento do público-alvo

Primeiramente, é muito importante ter bem claro quem é o público-alvo da academia. Isso requer saber em qual nível social ele se encaixa, qual é a faixa etária, quais são seus hábitos e principalmente quais são suas necessidades.

Essas informações podem determinar como será a comunicação da academia, quais serviços serão oferecidos, qual é a melhor localização, quais serão as ações promocionais e o grau de fidelização.

2. Entrega do serviço adequado

Após definir o público-alvo, fica muito mais fácil pensar em quais serviços oferecer, na disponibilidade de horário para cada tipo de serviço e as estratégias para equilibrar o fluxo de pessoas.

Por exemplo: imagine que seu público-alvo seja principalmente composto de pessoas adultas que trabalham em média 8 horas em horário comercial e identificam-se com atividades físicas em grupo. Uma boa ideia seria disponibilizar essas atividades em horários estratégicos, como no final do dia ou então no começo da manhã, para que as pessoas consigam encaixar o exercício físico em suas agendas.

3. Motivação e treinamento da equipe

Além de ter uma equipe qualificada e comprometida, é muito importante que ela esteja motivada e que saiba transmitir esse sentimento para os clientes.

Os gestores devem, portanto, desenvolver sua inteligência emocional, conhecer seus colaboradores, capacitá-los, ouvi-los e incentivar o espírito de equipe. Os fatores corporativos, como produtividade, lucro, prazos e metas, estão diretamente relacionados aos fatores comportamentais dos seus funcionários, portanto, é crucial valorizá-los.

4. Atendimento a clientes

É muito importante incentivar o relacionamento dos colaboradores com os alunos e promover um atendimento personalizado. Elogios sinceros, conversas amigáveis e motivação na prática dos exercícios são alguns exemplos de como esse relacionamento pode acontecer.

Os funcionários devem, no entanto, entender que a motivação exagerada nem sempre é o que alguns alunos desejam. Por isso, os profissionais devem entender e respeitar o ritmo de cada um.

5. Relacionamento entre clientes e socialização

Os clientes começam a frequentar a academia para atingir um objetivo pessoal, como melhorar o condicionamento físico, mudar o aspecto corporal, etc. A motivação e o ânimo inicial, no entanto, podem acabar rapidamente. Mas um fato que pode estimulá-los é a companhia dos colegas e o fator social que eles encontram na academia. Ao promover aulas coletivas, por exemplo, os alunos têm oportunidade de fazer novas amizades e conhecer outras pessoas.

6. Promoção de eventos e sazonalidade

O gestor deve saber trabalhar as sazonalidades naturais que ocorrem durante o ano.

Por exemplo, o verão é considerado alta temporada na academia, e o inverno é baixa temporada. Dessa maneira, uma opção é criar promoções e planos no verão, com os vencimentos programados para a baixa temporada. Descontos também podem ser oferecidos nas épocas menos frequentadas para incentivar alunos novos e antigos.

Contudo, não é apenas o clima que define altas e baixas temporadas. Fatores regionais, culturais e acadêmicos (se o público-alvo é majoritariamente composto de universitários, por exemplo) também definem esses períodos.

Além de ficar atento a todas essas questões ao gerenciar uma academia, é importante registrar e acompanhar as estratégias com indicativos concretos, para manter as ações que deram certo e corrigir as outras que não deram resultados, promovendo assim uma melhoria constante. Uma boa maneira de organizar tudo isso é utilizar um software de gestão de academia para garantir esse acompanhamento, como a plataforma ZW.

Veja também:

Comentários

comentários

Receba conteúdos exclusivos